HSSuffer: Hidradenitis Suppurativa, Ictiose, Auto-Hemoterapia, Disordens Cutâneas, Doenças Raras e Auto-Imunes

Hidosadenite Supurativa, Ictiose, Doenças Raras, Auto-Hemoterapia e tratamentos na Medicina Alternativa abordando aspectos Psicológicos e sequelas que envolvem seus portadores

Arquivo para setembro, 2008

Minha Receita

“O Segredo de viver bem
não é ter todas as respostas;
mas perseguir em boa companhia
as questões que não podem ser respondidas…”
por hora!

Sinto que é redundante dizer, mas preciso ler isso ALTO, CLARO e em bom TOM para me satisfazer: “… quando a gente sente que não há nada mais a perder, qualquer tentativa é válida!” N’outros tempos um velho amigo meu teria me dito assim: ” se você não sabe para onde está indo, então qualquer caminho serve”, disse o gato em Alice no País das Maravilhas. É bem verdade!

Entretanto a busca por algo ainda desconhecido pode ser fascinante! Tudo depende do seu ponto de vista!
Cada dia é uma promessa de que algo novo surgirá no horizonte com possibilidades mil que só dependem da minha força de vontade em encontrá-las; sim, as respostas! “As respostas só importam se você fizer a pergunta certa!” Elas estão em algum lugar. A CURA! Ainda escrevo um best-seller!

Bem, atualizando um pouco a minha jornada… Encontrei um grupo com cerca de 80 brasileiros portadores de HS. Triste! Mas bom poder dividir experiências com “iguais”! Bom poder trocar figurinhas e saber de parte a parte o que funciona pra alguns e o que não surte efeito algum para outros tantos… Ainda estamos aprendendo com a nossa própria ignorância ao mesmo tempo que tentamos vencê-la. Percebi que as informações científicas sobre o assunto são raríssimas nesse nosso meio. Os artigos mais profundos e de cunho científico ainda se encontram n’outra língua e pouco acessível á maioria, por isso tento traduzí-los aos poucos, na medida do meu escasso tempo.

Uma coisa boa para a minha pessoinha… =) Já reduzi 15 kg! Não de massa muscular, graças a Deus, mas de gordura e inchaço devido ás tentativas dos tratamentos anteriores… Estou começando a caber nas minhas roupas novamente! VIVA! =) Ainda falta muito para voltar a beldade de mil novecentos e alguma coisa, mas a forma está voltando ao estado normal, eu diria! =) Abandonei quase todos os medicamentos e agora além de muita fé e orações pros meus 16 santos, como toda BOA baiana… (rs) Estou exclusivamente controlando a pressão (minha mínima continua alta); e faço a combinação do único antibiótico que surtiu algum efeito no meu organismo, que é o levofloxacino com a auto-hemoterapia.

É isso aí! Podem dizer o que quiserem, mas literalmente estou na lista das “cobaias”! Como diria uma amiga, já que não mata, no máximo engorda. Como eu já me acostumei, é só fazer uma bela dieta depois! kkkk
Falando sério: é muito cedo para proclamar resultados. Ainda me considero em fase de testes e tenho tentado ser bem rigorosa com meus julgamentos, mas com certeza já estou livre de uma série de sintomas que me inviabilizavam a vida social. Isso por si só, já é uma vitória! =) Fiz uma paginazinha explicando um pouco sobre a auto-hemoterapia num dos links aqui ao lado, pra não ficar tão grande esse post! Por certo está fortificando meu sistema imunológico. O perigo será eu querer comemorar enchendo a cara! =) (rs) achando que já tô BOA! Ai que saudades de uma dose de Tequila! kkkkk

Resolvi passar mais uns tempos aqui no Brasil e estou deixando meus médicos de molho lá no Texas, afinal a temporada de tornados por lá não está nada engraçada. Foi-se o Gustav, depois o Ike e as previsões é de que até novembro há 65% de chances de que tempestades se tornem tornados sendo 2 de alta categoria. Alguém quer ir no meu lugar? Todos passam por cima da minha casa! Ou seja, viajem adiada por uns  tempos. Ah! Me esqueci de comentar sobre algo que tem ajudado bastante; tenho me banhado numa solução de cloreto de magnésio. Auxilia muito na cicatrização dos ferimentos.

Tenho que agradecer de coração aos amigos que com palavras motivadoras levantam o meu “EGO” mais do que eu poderia merecer nessa vida! Acreditem, vocês fazem a minha luta valer a pena! =) Grata pela eternidade! =) Amo vocês!

Confissões de um Diário

ESTRANHO.

Hoje tenho saudades apenas do que não vivi.

Sinto falta das horas alegres, plenas de satisfação, cheias de tranquilidade, momentos doces que não desfrutei com minha filha. Sinto falta dos beijos quentes e dos carinhos que não tive ao lado dos homens que chamei de “meu”. Sinto falta das conversas produtivas e incentivadoras cortando a fio as madrugadas com minha mãe, muito provavelmente inspirando-se na lua, em qualquer de suas fases.

Sinto falta de nunca ter tido tempo para ter aprendido as mágicas que meu pai fazia com as cartas do baralho. Esse desafio sempre esteve em minhas metas e eu nunca o cumpri… Ou se eu tivesse absorvido o seu dom do bom humor e então sim, poderia ter me tornado numa excelente comediante. Mas também não tive essa sorte! Sinto falta de cada final de semana que não estive desfrutando da companhia de minhas irmãs, com boas conversas, boas risadas, afinidades e simbioses que só se explicam em outras vidas. Eu diria que é amor!

Quando penso nessa mudança a primeira coisa que vem em minha mente é minha amiga Marinha dizendo assim: – É o Retorno de Saturno amiguinha! (rs) Ou então: – A lua está fora de curso… Resolvi dar mais crédito ao Retorno de Saturno. Os astros dizem que esta é a fase da mudança total! Devem estar certos ou eu estou me deixando mais que influenciar! As promessas que se seguem é de total reforma e adaptação em minha vida. Sabe destas “Milagres de Cristo”? Por aí… Transformação de água em vinho. É o que vai acontecer.

Mas tenho medo. Não contem a ninguém. Não, não tenho medo não… Rasgo-me de medo, morro de fobia, tenho colapsos de ansiedade,  quase não me aguento… Não suporto o desconhecido. Ele me deixa insegura e eu nunca aprendi a lidar com essa sensação. Eu tenho que saber!

Choro sim senhor. E por que não? É a única coisa que posso fazer para aliviar a tensão do medo. E eu só descobri agora que a cura do medo é a “fé”! Ainda essa semana foi-me reportado um texto que dizia assim: “- Chorei porque havia perdido a minha dor e eu não estava acostumada com a sua ausência…” Trocando em miúdos, isso me lembra de ouvir meu avô dizendo que o mal do cachimbo é que põe a boca torta.

Creio que ninguém escapa dessa liçao de vida, não? Estamos habituados a entender apenas o nosso mundo, por isso nos acostumamos ou nos acomodamos com tantas coisas sem sentir. Mudanças criam impactos e perdas nunca foram tão bem encaradas…

O que consola é o GANHO. Claro! Mas aquele do qual você até agora só ouviu falar. Até aqui tudo é apenas expectativa e SONHO, eu diria! O que mais me impressiona, na verdade é o que me move, é ver o fluxo tão perfeito de como as coisas acontecem quando tem que acontecer. Não há força que interrompa o fluir do universo. Mais parece uma conspiração! Uma conspiração que funciona impecavelmente em regime britânico.

A princípio pode parecer uma boa fuga para uma explicação mais lógica, mas aí eu vou parafrasear um texto que li outro dia que falava de razões lógicas para tudo, mas totalmente falsas. Foi assim com Galileu, com Aleijadinho, com Santos Drummond… Não havia razões lógicas para seus sonhos, mas suas descobertas provaram que a lógica pode ser totalmente falsa. Aqui reside a minha esperança!

Há muitas razões lógicas para crer no dogma da maioria, todas as razões, aparentemente lógicas, mas falsas. Então eu aderi a crença de que é o “Dedo de Deus” que está me empurrando por uma trilha ainda desconhecida para mim. Por isso volto a me enclausurar no meu medo! Muito embora Ele nunca tenha me desamparado todas as vezes que reclamei por forças para superar minha própria fraqueza.

Tenho conseguido acordar todos os dias me sentindo cada vez mais GENTE. Tenho AMADURECIDO! De uma forma ou de outra… É aquela velha história: já que o tempo não para nem pra gente catar os nossos caquinhos, tudo nessa vida é só uma questão de TEMPO pra se chegar em algum lugar…

O Cazuza sabia o que estava dizendo quando cantou que o tempo não para…

SABIA MESMO!

“… não se pode atingir as alturas sem antes conquistar as baixadas…”

%d blogueiros gostam disto: