HSSuffer: Hidradenitis Suppurativa, Ictiose, Auto-Hemoterapia, Disordens Cutâneas, Doenças Raras e Auto-Imunes

Hidosadenite Supurativa, Ictiose, Doenças Raras, Auto-Hemoterapia e tratamentos na Medicina Alternativa abordando aspectos Psicológicos e sequelas que envolvem seus portadores

APÓIAM A AUTO-HEMOTERAPIA

blog_auto-hemo

 

Especialista reconhece a auto-hemoterapia.
Dr. Ronaldo João, médico, comprova diariamente os benefícios da terapia (há mais de 40 anos)

VÍDEO:
Especialista reconhece a auto-hemoterapia e comprova diariamente os benefícios da terapia.

http://www.youtube.com/watch?v=wxn1rBTK67k


Especialista reconhece a auto-hemoterapia.
Dr. Ronaldo João, médico, comprova diariamente os benefícios da terapia. (há mais de 40 anos).


Este artigo sobre a Auto-hemoterapia, foi publicado no site.
http://metropolionline.com.br/vidasaudavel/auto-hemoterapia-funciona-ou-nao-funciona

A primeira parte da matéria, é um breve histórico da auto-hemoterapia, e também da situação gerada pelos órgãos de saúde do Brasil.
A narração deste vídeo contém a opinião do médico que apóia, estuda, pesquisa e defende a auto-hemoterapia. Dr. Ronaldo João. Médico que tem mais de 40 anos de experiência no assunto.

E mais comentário postado no site http://www.hemoterapia.org.
Em 10 de outubro de 2010.


Até quando Anvisa e Médicos vão Ignorar?


Sou filha de médico, mãe de médico, e com muitos médicos na família. Meu pai, em 1948 já fazia Auto-hemo em pacientes, antes de cirurgias, mas os Laboratórios, por interesses proibem, claro, imunidade a custo zero. Meu marido teve câncer, e nós dois fazemos Auto Hemo, há mais de 2 anos sem parar, com ótima saúde.

Lígia da Luz Posser.
60 anos – Canela – Rio Grande do Sul.

PERGUNTAS DA REPORTAGEM:


O que é auto-hemoterapia?


A auto-hemoterapia é o nome que se dá à técnica de aplicar em alguém o seu próprio sangue. Digo em “alguém” porque pode ser usada também em pacientes sãos que desejam se prevenir contra possíveis doenças. O sangue extraído da veia de um dos membros superiores é aplicado por via intramuscular no músculo deltóide ou no músculo glúteo maior. Este tratamento é COMPLEMENTAR, faz parte da MEDICINA ALTERNATIVA e não substitui a MEDICINA HIPOCRÁTICA – as duas, entretanto, se aliadas, resolvem quase todos os problemas apresentados pela saúde pública.


Existe comprovação científica de benefícios?


Este tratamento, originário da França, é praticado há mais de 100 (cem) anos e sua efetividade é comprovada através de alguns trabalhos nacionais: Imunoterapia – Dr Ricardo Veronesi; Autohemotransfusão – Dr Jessé Teixeira, Auto-hemoterapia – Dr. Luiz Moura; Prof. Dr José de Felipe Júnior; Dra Berenice Wilke e centenas de trabalhos estrangeiros, como pode ser verificado na extensa revisão feita por S. H. SHAKMAN, em seu trabalho “AUTOHEMOTHERAPY REFERENCE MANUAL & HISTORICAL REVIEW”, acessando o site http://www.instituteofScience.com.


Por que o assunto causa tanta polêmica?


O assunto causa polêmica porque não é aceito pela ANVISA e pelas instituições que congregam médicos e para-médicos. Parece que eles se fazem de cegos e surdos para não verem e ouvirem o que é evidente, pois quem sabe de seus males é o paciente e são centenas de milhares que nesses 105 (cento e cinco) anos de existência do tratamento relatam melhoras e curas. Isto nos entristece porque esse tratamento, apoiado por estas entidades seria a redenção da saúde pública nacional tão combalida nos dias de hoje. A mesma polêmica mostrada hoje frente a este tratamento, em passado recente, postou-se contra a Acupuntura e a Homeopatia, hoje aceitos pelo SUS.


Quais são os riscos desta prática?


É um tratamento isento de riscos e deve ser feito por pessoas conhecedoras da técnica de aplicações parenterais e pode, em alguns casos, parecerem apenas hematomas que cedem naturalmente.


Como você explica o aumento de adeptos deste tratamento?


O número de adeptos aumenta diariamente porque eles vêm e escutam pessoas e parentes se beneficiando de um tratamento simples, barato e eficaz. Vêm em pessoas antes imobilizadas por um mal que há longo tempo vem se tratando sem, entretanto, lograr resultados positivos, retomarem as suas atividades normais.


Quais os conselhos a serem dados à população?


Aconselhamos à população se inteirar do assunto buscando, tanto pela Internet como por pessoas que já estão em tratamento; procurar tirar dúvidas com médicos realmente comprometidos com a saúde pública (e não com as multinacionais dos remédios) e se precisar, aceitar o tratamento.


Qual deve ser o comportamento de um profissional diante desta situação?


O profissional da área médica deve se comportar de acordo com suas convicções e seus conhecimentos científicos: aceitar ou não, aprovar ou não, mas antes de tudo, ser honesto com as informações a serem dadas a quem procurar. Sou estudioso do assunto que conheço há 40 anos, mas não faço aplicação nos pacientes. Estou aberto para esclarecer dúvidas e orientar aos que me procuram.


Você conhece casos de pessoas que tiveram prejuízos ou benefícios com esta técnica?


Prejuízos eu desconheço, mas benefícios eu os comprovo diariamente.
Dr. Ronaldo João – 32 anos de profissão

Fonte:


http://www.hemoterapia.org/aht_hemoterapia_informacoes_e_debate_ver_opiniao.asp


http://www.rnsites.com.br/imunoterapia.htm


 

1 Comentário»

  Fetha wrote @

Prof. Lelington Lobo Franco COMENTA VÍDEO NO YOUTUBE

lelington lobo franco 1 mês atrás
OBRIGADO,ACONSELHO O USO DA AUTO-H EMOTERAIA COM SUCESSO

Prof. Lelington Lobo Franco. Especialista reconhece a Auto-hemoterapia
worldautohemotherapy 1 segundo atrás +lelington lobo franco Olá Professor. Grande honra seu comentário aqui. Um forte abraço. M. Fetha http://www.youtube.com/watch?v=11-94WC3XDM


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: