HSSuffer: Hidradenitis Suppurativa, Ictiose, Auto-Hemoterapia, Disordens Cutâneas, Doenças Raras e Auto-Imunes

Hidosadenite Supurativa, Ictiose, Doenças Raras, Auto-Hemoterapia e tratamentos na Medicina Alternativa abordando aspectos Psicológicos e sequelas que envolvem seus portadores

Auto-Hemoterapia, Dr. Fleming e os antibióticos… (VII)

FLEMING

Texto: Jorge Martins Cardoso (Médico)

Recentemente, selecionando e recortando artigos de jornais, encontrei um que cai quase como uma luva, sobre o assunto que estamos escrevendo. A reportagem foi publicada no JORNAL DA CIDADE (SE), no dia 5 de outubro de 2008, na página 6 do caderno Saúde & Comportamento. O entrevistador foi o jornalista Antônio Marinho, da equipe de O Globo. O entrevistado é o cientista japonês e médico imunologista, Dr.Toru Abo, professor da Universidade de Nigata (Japão), autor de 30 livros, como Revolução imunológica e 200 artigos. Dr. Toru Abo em outubro próximo passado, participou do I Congresso Internacional Brasil-Japão de Acupuntura e Eletroacupuntura Científica, no Rio de Janeiro. Então simpáticas leitoras e simpáticos leitores! Vamos adiante?

Os principais trechos da entrevista: A mais nova teoria para explicar o mau funcionamento do corpo diz que a maioria das doenças ocorre por desajuste do sistema nervoso autônomo, formado pelo simpático e parassimpático, que têm ações antagônicas. Por exemplo, se o simpático acelera o coração, o outro corrige. Para Dr. Toru Abo, o estresse é o principal responsável pela desordem no corpo. Ele afirma que práticas da medicina oriental podem ajudar a recuperar a harmonia.

Observação do escriba: no artigo V – publicado neste jornal, no dia 3 de janeiro de 2009, página B-6 – com o título acima, já tínhamos escrito que cientistas e médicos, nas décadas de 30 e 40, já sabiam da ação positiva da autohemotransfusão (ou auto-hemoterapia), sobre o sistema nervoso autônomo (simpático e parassimpático), e, entre eles, citamos os médicos Dr. Jésse Teixeira e Dr. Olívio Martins. No livro do médico Dr. Olívio Martins, O Poder Curativo do Sangue, Menos Remédio e Mais Ciência, os nomes de outros médicos virão à baila, tanto brasileiros como estrangeiros. Também dissemos que o médico Dr. Jésse Teixeira (em seu trabalho publicado em 1940), afirma que a autohemotransfusão (ou auto-hemoterapia), atua sobre o Sistema Retículo Endotelial de Aschoff-Landau, pois o mesmo é poderosamente estimulado pela autohemotransfusão. Alertamos aos leitores que o Dr. Toru Abo, em nenhum momento fala sobre autohemotransfusão ou auto-hemoterapia. No entanto, continuemos as declarações do Dr. Toru Abo.

Antônio Marinho: Como o estresse afeta o sistema imunológico?

Dr. Toru Abo: Quase todas as células estão sob comando do sistema nervoso autônomo (simpático e parassimpático). E há duas formas de reações ao estresse, dependendo do perfil de cada pessoa: granulócito (1) ou linfócito (2) – (nomes de leucócitos, células do sistema imunológico). No primeiro predominam granulócitos. Eles nos defendem contra partículas grandes, como bactérias. O indivíduo com esta característica é ativo, dinâmico e agressivo.

Antônio Marinho: E o tipo linfócito?

Dr. Toru Abo: Há predominância de linfócitos (atacam microorganismos pequenos, como vírus). É o indivíduo mais calmo, passivo e contemplativo. O estresse aumenta a quantidade de granulócitos, e isto é benéfico até certo ponto, se durar pouco tempo. Caso contrário, ocorrerá destruição de tecidos, pois granulócitos liberam radicais livres em excesso, podendo dar origem a várias doenças, como úlceras, hipertensão e câncer. No tipo linfócito o estresse crônico superestimula o sistema parassimpático e leva à depressão. Poderia causar alergias, reumatismo, asma, entre outros problemas.

Antônio Marinho: Por que a medicina não cura a maioria das doenças crônicas?
Dr. Toru Abo: Ela não ataca a raiz da questão e se limita a aplicar as terapias sintomáticas. Por exemplo, receitando analgésico no controle da dor, anti-hipertensivos e corticóides para muitas doenças, apesar de seus efeitos ruins. Claro que a indústria farmacêutica quer vender seus produtos, mas a verdadeira razão das doenças crônicas não serem curadas é a falta de uma visão mais integrada.

Antônio Marinho: O número de casos de alergias, doenças cardiovasculares e câncer, crescem em todo o mundo. Como prevenir?

Dr. Toru Abo: A alergia é causada por predominância do sistema parassimpático, enquanto que doenças cardiovasculares e câncer são decorrentes da predominância do sistema simpático. Para prevenir ou retardar esses males, se houver desequilíbrio (entre o simpático e o parassimpático), tente corrigi-lo.

Antônio Marinho: A acupuntura deve ser associada à medicina moderna?

Dr. Toru Abo: A combinação de acupuntura com técnicas da medicina moderna dependerá do tipo de tratamento. As técnicas da medicina moderna que enfraquecem a capacidade imunológica podem neutralizar os efeitos da acupuntura.

Antônio Marinho: O futuro da medicina passa pela pesquisa com células-tronco?

Dr. Toru Abo: Não concordo. Pensar que o ser humano é uma máquina, cujos componentes podem ser trocados quando não funcionam direito é uma idéia excessivamente reducionista.

Observações do escriba:

1º Cientistas e médicos japoneses sabem que a acupuntura pode atuar sobre o sistema nervoso autônomo. Em decorrência disso, eles devem saber como evitar ou curar uma série de doenças, sem o uso de drogas ocidentais.

2º O médico Dr. Toru Abo, pelo fato de ser imunologista, deve saber muito bem da importância das células brancas (leucócitos), entre os quais os granulócios (1) e os linfócitos (2), na importantíssima defesa de nosso organismo. Pelo fato dele ser imunologista, escritor de livro sobre imunologia, Dr. Toru Abo deve ter amplo conhecimento sobre a função do Sistema Retículo Endotelial, da glândula timo, dos gânglios linfáticos, do baço, da medula óssea e naturalmente sobre os protetores macrófagos. É quase certo que ele deve ter conhecimento da prática da auto-hemoterapia. Também é quase certo que ele deve ter tido conhecimento do DVD do Dr. Luiz Moura, mesmo porque, no referido DVD é abordado o retorno do uso de ventosas no Japão, inclusive com o auxílio de aspiração no tratamento de pneumonia. Por que então ele não comentou nada? As multinacionais, como o próprio nome já diz, atuam em todas as nações, inclusive no Japão! É preciso dizer mais?

3º Dr. Toru Abo afirmou em sua entrevista ao jornalista Antônio Marinho, que os cientistas japoneses acreditam que a acupuntura e a eletroacupuntura regulam o equilíbrio entre os dois segmentos do sistema nervoso autônomo (simpático e parassimpático).

4º Por outro lado, os médicos Dr. Jésse Teixeira, Dr. Olívio Martins e Dr. Luiz Moura afirmam que a auto-hemoterapia também regula o sistema nervoso autônomo, trazendo benefícios para a nossa saúde. Sendo assim, entre as terapias que podem atuar no sistema nervoso autônomo, dispomos: da acupuntura, da eletroacupuntura, da auto-hemoterapia, da homeopatia e da alopatia (drogas, remédios, fármacos, multinacionais, etc.). É possível que tenhamos deixado de mencionar outros recursos terapêuticos. Todavia, por enquanto, focalizemos nosso microscópio óptico nessas terapias, conquanto, exceto a auto-hemoterapia e a eletroacupuntura, as demais já são do conhecimento público. Pensado no seu bolso, no meu bolso, no nosso bolso, qual a terapia mais barata, a de menor custo? E, pensando na sua saúde, na minha saúde, na nossa saúde, qual a terapia mais eficaz e menos nociva? Pois é, simpáticos leitores e muito simpáticas leitoras. É só pensar e escolher, conscientemente, livremente e por que não dizer, o tão em voga, democraticamente…

5º (1) granulócitos são leucócitos que fazem parte do grupo dos neutrófilos, dos basófilos e dos eosinófilos. Tais células apresentam grânulos no citoplasma. (fonte: livro Biologia Hoje, dos pofessores Sérgio Linhares e Fernando Gewandsznajder, edição 14ª, ano de 2004, 400 páginas, Editora Ática, página 312). (1) granulócito: ou polinuclear, glóbulo branco, com granulações: neutrófilo, basófilo, eosinófilo. Originário da medula óssea. (fonte: Dicionário de Clínica Médica, do Dr. Humberto de Oliveira Garboggini, edição de 1970, página 814). Continuaremos em outro dia! Muito bom dia!

Auto-Hemoterapia e os antibióticos – I – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/844686498983603/
Auto-Hemoterapia e os antibióticos – II – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/845057435613176/
Auto-Hemoterapia e os antibióticos – III – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/845474032238183/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – IV – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/845873625531557/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – V – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/846255108826742/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – VI – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/846643988787854/

No comments yet»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: