HSSuffer: Hidradenitis Suppurativa, Ictiose, Auto-Hemoterapia, Disordens Cutâneas, Doenças Raras e Auto-Imunes

Hidosadenite Supurativa, Ictiose, Doenças Raras, Auto-Hemoterapia e tratamentos na Medicina Alternativa abordando aspectos Psicológicos e sequelas que envolvem seus portadores

Auto-Hemoterapia, Dr. Fleming e os antibióticos… (XXXXI)

fleming41

Usuária de AHT sobreviveu à miastenia grave
Texto: Jorge Martins Cardoso (Médico)

Curiosidades de 1935 – História Mundial – Em 15 de setembro de 1935, o Tribunal de Nuremberg cassa a cidadania alemã aos judeus e proíbe o casamento de alemães com judeus. (1).

História do Brasil – Em novembro de 1935, tentativa de sublevação comunista sob a égide da Aliança Nacional Libertadora (ALN). (1).

História de Sergipe – Em 11 de novembro de 1935, o Bispo Dom José Tomáz Gomes da Silva aprova os estatutos do Centro Dom Vital e do Círculo Operário Católico. (2).

Prêmio Oscar de 1935 – Melhor filme – O Grande Motim; melhor ator – Victor McLaglen (O Delator); melhor atriz – Bette Davis (Perigosa); melhor diretor – John Ford (O Delator). (1).

Futebol – No Rio de Janeiro o “América” sagra-se campeão. (1).

No Estado de Sergipe o campeão é o “Palestra”. (1).

Carnaval – 1935 foi o primeiro ano de disputa oficial das escolas de samba do Rio de Janeiro. Sagrou-se campeã a Portela que tinha o nome de “Vai como Pode”. (1).

Prêmio Nobel de Medicina de 1935 – O alemão Hans Spemann (1869-1941) é agraciado, pela descoberta do efeito organizador do desenvolvimento embrionário. (1).

Curiosidade das curiosidades – No dia 24 de novembro de 1935, vinha ao mundo, em Cachoeiro de Itapemirim (ES), o bebê Carlos Eduardo da Corte Imperial, que ficaria mais conhecido como Carlos Imperial. Ele foi ator, cineasta, compositor, produtor musical e apresentador de televisão. Segundo seus amigos de infância na cidade de Alegre (ES), que conviveram com ele nos primeiros anos, seu nome correto é Carlos Eduardo Cardoso Imperial.

Como produtor musical, tentou lançar a carreira de Roberto Carlos como um “príncipe da bossa nova”, inclusive produzindo o seu primeiro disco “Louco Por Você”, em 1961. Entretanto, seu pupilo foi acusado de imitar descaradamente João Gilberto, e o disco não fez sucesso. Mas continuou até Roberto Carlos assinar contrato com a CBS. Nessa época era chamado de “papai” por Roberto Carlos. Apresentou o programa de televisão “O Clube do Rock”, nos anos 60.

No início dos anos 70, tornou-se um polêmico jurado do programa de calouros, apresentado por Chacrinha. A partir de 1977, apresentava pela TV Tupi uma atração aos sábados à noite que levava seu nome, o “Programa Carlos Imperial”. Em 1979, pela TVS – Canal 11, do Rio de Janeiro, passou a apresentar o “Carlos Imperial Show”. Carlos Imperial também foi colunista da revista Amiga, publicada pela Bloch Editores, desde seu primeiro número em 1969, numa coluna que marcou época pela irreverência. Na coluna ele escrevia no topo da página a seguinte frase: “Sem liberdade para espinafrar, nenhum elogio é válido”. Em 1982, foi eleito vereador da cidade do Rio de Janeiro pela legenda do PDT. Em 1985, foi candidato a prefeito do Rio, mas perdeu a eleição.

No carnaval de 1984, Carlos Imperial se notabilizou por divulgar as notas dos jurados, nas apurações dos desfiles das escolas de samba cariocas. A cada nota máxima ele exclamava em alto e bom som a frase “dez, nota dez”. Tal frase caiu no gosto popular, se transformando em um verdadeiro bordão. É autor de canções muito conhecidas dos anos 60, como “A Praça”, sucesso na voz de Ronnie Von e que virou tema de abertura do humorístico “A Praça é Nossa”. Também é autor da canção “Mamãe passou açúcar em mim”, grande sucesso popular de Wilson Simonal.

Também fez muito cinema, como ator, diretor e produtor. Atuou como ator nos filmes: O Petróleo é Nosso (1954); De Vento em Popa (1957); Alegria de Viver (1958); Pé na Tábua (1959); Vai que É Mole (1960); Mulheres, Cheguei (1961); Sangue na Madrugada (1962); Asfalto Selvagem (1964); Bebel, Garota Propaganda (1967); O Rei da Pilantragem (1969); Os Amores de um Cafona (1971); O Doce Esporte do Sexo (1972); As Depravadas (1973); O Pica-Pau Amarelo (1974); O Palavrão(1975); Meninas Querem… E os Coroas Podem (1976); Férias Amorosas (1977); Amada Amante (1978); Mulheres, Mulheres (1981); Os Bons Tempos Voltaram: Vamos Gozar Outra Vez (1985); Perdidos no Vale dos Dinossauros (1986), entre outros.

Dirigiu os filmes: Um Edifício Chamado 200 (1974); O Esquadrão da Morte (1975); O Sexo das Bonecas (1976); Loucuras, O Bumbum de Ouro (1979); Um Marciano em Minha Cama (1981), entre outros. Em 1991 fez sua última aparição pública, apresentando para toda a nação a sua nova namorada, a linda amazonense Jana, de apenas 14 anos.

Carlos Imperial foi vítima de uma doença rara: a miastenia grave. Após uma operação para a retirada do timo*, não resistiu e faleceu no Rio de janeiro em 4 de novembro de 1992, aos 56 anos de idade. (3).

Curiosidade da literatura médica – Miastenia grave – Debilidade e fatigabilidade musculares que atingem predominantemente os músculos de inervação craniana (ptose palpebral, estrabismo, imobilidade facial, disfagia, dificuldade respiratória, etc.). A doença é de etiologia desconhecida, sendo atribuída à má
condução dos impulsos nervosos aos músculos, dificuldade essa devida à ação excessiva da colinesterase liberada nas junções mioneurais. Não são raras as remisões espontâneas.

Tratamento durante a crise – Administrar neostigmina em doses de 1 mg ou mais até que se obtenham os efeitos desejados. As cólicas intestinais e uterinas podem ser evitadas em parte, pela administração concomitante de atropina. Evitar a penumonia ortostática e outras infecções. Se necessário recorrer à respiração assistida. O paciente deve levar sempre consigo duas ampolas para tratamento de urgência das crises respiratórias.

Tratamento entre as crises – Os casos leves não exigem cuidados médicos.Nos casos mais graves está indicado o uso de neostigmina na dose oral de 15 mg ou mais cada duas ou três horas. Pode-se associar a efedrina (25 mg três vezes por dia) e o cloreto de potássio (1 a 1,5 g três vezes por dia). È duvidosa a eficácia da timectomia**. (4).

Curiosidade do DVD/2004 – …”Na miastenia grave, eu tenho uma paciente que tem a minha idade, 78 anos. Esta paciente, ela tem até um mês a mais do que eu, vai fazer 79 antes de mim, eu faço 79 em maio. Ela foi diagnosticada com miastenia gravis em 1980, no Instituto de Neurologia, na Avenida Pasteur e foi dado o diagnóstico. Como não tem nada o que fazer, porque nada se fazia mesmo, então ela vem fazendo a auto-hemoterapia desde 1980. Ela é a única sobrevivente dos diagnósticos feitos de miastenia gravis, de todos os pacientes que tinham miastenia gravis na época, que ela começou em 1980, não existe nenhuma viva, só ela, e vai no meu consultório com a filha, ela toma ônibus, pessoa humilde, e tudo, toma ônibus e chega no meu consultório. Isso 24 anos depois”. (5).

Partindo do pressuposto de que todas as informações estejam absolutamente corretas, chegamos às seguintes considerações:
1ª – Carlos Imperial desenvolveu a miastenia grave, realizou a timectomia** e veio a óbito com 56 anos de idade… (3).
2ª – De acordo com a literatura médica pesquisada, é duvidosa a eficácia da timectomia**… (4).
3ª – De acordo com Dr. Luiz Moura, de 1980 a 2004, uma senhora portadora de miastenia grave, fez uso da auto-hemoterapia e continuou viva… Em 2004 ela tinha 78 anos de idade… (5).
*Timo – glândula de secreção interna. **Timectomia – retirada cirúrgica do timo.

Bem, amigas e amigos da rede AHT. Por hoje concluímos aqui. Se Deus nos permitir voltaremos outro dia. A todos desejamos muita saúde, muitas alegrias, bons pensamentos, boas amizades, boas conversas, boa auto-hemoterapia, boa imunidade, boa visão, boa leitura e bom dia.

Fontes:
(1) – Almanaque Abril – Editora Abril – Editor e Diretor – Victor Civita – 1977 – páginas 391, 50, 360, 685, 686, 347 e 348 respectivamente. (784 páginas).
(2) Livro – História Política de Sergipe –
Ariosvaldo Figueiredo – Sociedade Editorial de Sergipe – 2º volume – 1989 – página 373 – (479 páginas).
(3) – Wikipédia – Categoria – Produtores Musicais do Brasil.
(4) – Livro – Farmacologia Clínica e Terapêutica – Otto Miller e colaboradores – Livraria Atheneu – 11ª edição – 1977 – página 520 – (693 páginas).
(5) – DVD/2004 – Entrevistado – Dr. Luiz Moura – Direção e Produção – Ana Martinez e Luiz Fernando Sarmento – Duração – 2 horas e 37 minutos.

 

por Walter Medeiros


#medicina #saúde #enfermagem #tratamento #terapia #hemoterapia #autohemoterapia #sus #opas #oms #deputados #senadores #sre #fosfoetanolamina

Auto-Hemoterapia e os antibióticos – I – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/844686498983603/
Auto-Hemoterapia e os antibióticos – II – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/845057435613176/
Auto-Hemoterapia e os antibióticos – III – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/845474032238183/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – IV – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/845873625531557/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – V – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/846255108826742/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – VI – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/846643988787854/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – VII – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/847117532073833/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – VIII – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/847423832043203/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – IX – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/847768768675376/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – X – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/848251258627127/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XI – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/848754801910106/?notif_t=like
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XII – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/849100718542181/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XIII – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/849467971838789/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XIV – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/849851941800392/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XV – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/850263921759194/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XVI –
https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/850687268383526/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XVII –
https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/851141688338084/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XVIII – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/851546541630932/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XIX – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/851932764925643/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XX – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/852301721555414/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XXI – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/852695198182733/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XXII – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/853087788143474/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XXIII – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/853500581435528/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XXIV –
https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/853889421396644/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XXV – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/854308581354728/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XXX – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/854736871311899/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XXXI – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/855116571273929/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XXXII – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/855519154567004/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XXXIII – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/855957601189826/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XXXIV – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/856264471159139/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XXXV – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/856662171119369/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XXXVI – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/857159344402985/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XXXVII – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/857538944365025/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XXXVIII – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/857923240993262/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XXXIX – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/858363227615930/
Auto-hemoterapia e os antibióticos – XXXX – https://www.facebook.com/groups/autohemoterapiatrataecura/permalink/858854980900088/

No comments yet»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: